Loading

Follow us on Linkedin
Phone +123 987654321
O Peso da Forma

O Peso da Forma

A imersão proposta pelo modelo de aceleração da Startup Farm permitiu que eu tivesse uma nova visão sobre a dificuldade que algumas pessoas tem em montar um deck para uma apresentação corporativa.

Tão importante quanto o conteúdo, a forma é o que cativa e mantém o espectador interessado.  Da mesma maneira que uma apresentação cheia de dados e gráficos perfeitos podem fazer alguém cair no sono de tão monótona, um deck lindo mas sem sustentação vai fazer você passar vergonha. A receita primária é adequar forma e conteúdo de acordo com a sua audiência. Mas nem sempre isso é possível. Então na dúvida, escolha a FORMA. Cative. Prenda a atenção e no final deixe sua audiência querendo saber mais sobre o que quer que esteja apresentando.

Slides organizados, com estrutura visual coerente e um storytelling que faça sentido, são os ingredientes básicos para uma boa apresentação. Não precisa ser designer para conseguir isso. Mas é preciso criatividade e cuidado com os detalhes.

Para a criação de uma boa apresentação, as palavras chave são:

IDENTIDADE
HIERARQUIA
ESPAÇO
RITMO

IDENTIDADE

A identidade é algo que vem de dentro pra fora. Não adianta comunicar o que você não é. Fica falso e perde credibilidade. Imagina o Google com uma apresentação dura, cores sóbrias e sem nada de humor? Na minha opinião, não funcionaria. Da mesma forma não adianta fazer algo totalmente fora da caixa, se a sua empresa tiver aquele DNA 100% formal. Entenda o que você é e use isso a seu favor na apresentação. Ser genuíno sempre encanta.

HIERARQUIA

Ao criar cada slide o mindset deve ser “Para onde eu quero que meu público olhe primeiro?”. Distribuir as informações no slide não basta. É preciso criar graduações de destaque que vão do mais ao menos importante. Isso pode ser feito com cores, elementos gráficos, fontes de tamanhos e até tipos diferentes. É preciso ter cuidado apenas para que exista um padrão visual, que deve ser reconhecido em toda a apresentação.

ESPAÇO

Respirar é importante. Mas não estou falando de nós. Nada de colar os textos e elementos nas bordas. Nem deixar tudo espremido no slide. Confesso que toda vez que vejo um deck abarrotado de conteúdo, me dá uma certa agonia. Fico com pena de ver todo aquele texto socado, parecendo sardinha em lata. O ideal é resumir o máximo que puder. Quando não for possível, quebre em mais de um slide. Isso deixa a sua apresentação mais clara, organizada e agradável de ver.

RITMO

O Storytelling é fundamental para manter seu público interessado. Conecte os slides em uma linha que faça sentido, mas que não seja tão previsível. Deixe as pessoas querendo ver e ouvir mais a cada slide. Instigue constantemente seu público com imagens e dados. Use uma sequência matadora para guiá-lo o ápice da apresentação. Alterne seu tom de voz. Varie a velocidade e o tempo de permanência em cada slide. Não deixe o espectador prever seu próximo passo.

OUTRAS DICAS ÚTEIS:

1) Se for utilizar fotografias, minha sugestão é que use em preto e branco. Dessa forma as diferenças de luz e cor ficam menos perceptíveis.

2) Use cores com muito contraste. Você nunca sabe onde sua apresentação será visualizada. Se usar tons muito próximos ou pastéis, corre-se o risco de ficar ilegível.

Você já leu esses?

LEAVE A COMMENT